Resenha livro: Feliz por nada 

Eu amo muito ler.E a cada vez que termino um livro eu penso “vou me esforçar a manter o hábito”.

Por um bom tempo eu lia no mínimo um livro por semana…

Mas a correria do dia a dia ultimamente tem deixado meus horários meio loucos.

Essa semana resolvi parar de dar essa desculpa e me jogar.

  
Se eu saía cedo de casa pra vários compromissos levava o livro comigo pra ler entre um compromisso e outro… É assim foi! Rapidinho acabei e já fiquei órfão!

Estou escrevendo esse post com agendamento pois já quero começar outro que meu pai acabou de comprar pra mim.

O escolhido foi o “Feliz por nada” da Martha Medeiros.

São várias crônicas. Que abordam pensamentos e momentos corriqueiros, coisas que a gente às vezes nem para pra pensar.

Me fez tão bem ler.

Confesso que eu gosto muito essa sensação de naturalidade…De resgate da vida comum.

Separei alguns dizeres que anotei no meus bloco de notas… E vou dividir com vocês!

“Melhor uma ausência honesta do que uma presença desaforada.”

“Mas existe verdadeiramente outro rumo? Na verdade, só existe a direção que tomamos. O que poderia ter sido já não conta.”

 “Não há prêmio ou punição na vida, apenas consequências.”

“Que a novidade sejamos nós.”

“As pessoas tornam a vida pior do que é preciso.”

“Precisamos mesmo. De tudo. Só que antes.”
“… Mas sem dar uma chance à vida é que não acontece mesmo.”

“A vida não apenas continua, ela sempre recomeça.”

Gosto de leituras que me colocam pra pensar…que me deixam com a certeza de que devo me questionar mais. Fazer mais por mim. E por que não pelos outros? Uma vez li que quando somos bons para os outros somos ainda melhores para nós. E deve ser uma boa verdade!

Também fotografei uns trechos…

   
    
    
 Alguém já leu esse livro?!

Ele é bem antigo. Mas posso dizer que é tipo um clássico. 

Me fez bem. Me acalmou. 

Eu estava vivendo uns dias de forte ansiedade por problemas que não dependiam de mim… E redescobri na leitura uma força e principalmente uma distração…

  
Fica a dica do livro e da ideia, ok?!

XO. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *