Crônicas da Ca

Se tem um jornal que eu não abro mão de ler é O Globo. Eu sou assinante, então chega na minha casa, eu sigo no Instagram e no facebook pra não perder nada.

E um dia em especial uma matéria no fim de uma página me chamou muita atenção. E no meio dela dizia “O que tanto as pessoas estão agradecendo?” e claro que fui ler e entender o que estava acontecendo…

(null)

No texto dizia que uma das hashtags mais usadas nas redes sociais nos últimos tempos é #gratidão. E ai eu fui me dar conta de que realmente as pessoas têm tido essa preocupação com mais frequência: agradecer.

Será que finalmente a gente se tocou de que o universo é um círculo de ida e volta!? E que tudo que nós oferecemos, nós é dado de volta?
Eu espero que sim…

Como algumas pessoas sabem eu mudei um pouco meu direcionamento espiritual/religioso de uns tempos pra cá. E tenho sentido na pele que precisamos urgente de um detox. Não alimentar. Mas de sentimentos, vontades, verdades, pessoas, sentimentos e relações.

E a cada dia que mentalizo sobre esse detox, me dou conta do quanto precisamos alinhar todos os aspectos de nossa vida. Acaba que quando paramos pra avaliar acaba sendo uma decisão um pouco radical mas que faz todo sentido quando construída.

Sendo assim montamos uma arena, fechada e muito bem articulada.
Poderíamos chamar de bolha? Talvez! Então vamos lá. Vamos tentar entender como chegar nesse tal equilíbrio que essas pessoas que estão agradecendo pretendem chegar.

Na verdade quando a gente se dá conta de que precisamos mais agradecer do que pedir, caímos em mania de pensar que a cada vez que valorizamos o que nos é dado a gente sobe uma casinha no jogo da vida. E ai isso vira um vício porque vamos querer tratar disso em todos os detalhes. Começamos a utilizar um filtro muito radical e nesse momento temos uma sensação muuuuito estranha. Mas aos poucos passa!

(null)

Na verdade nada mais é do que aquele amadurecimento que tanto falam! Ele chegou! E a nossa percepção fica aguçada. A gente já consegue perceber aquela maldade do coleguinha que nossos pais já enxergaram anos luz… A gente consegue ver má vontade nos atos, nos favores e em momentos.

Ai pronto! Você atingiu o que precisava! Você agora sabe reconhecer o bem! Mas melhor que isso, você sabe reconhecer o mal e quer a qualquer custo ficar longe dele…

Mas aos poucos vamos ganhando grades de proteções para que esse mal pare bem longe da gente. E a gente sabe conviver pacificamente com ele. Há energias que não combinam. Ninguém é obrigado a aceitar tudo. Cada um cria laços com aquilo que lhe faz bem e ponto. Porém! Você precisa ser educado! Óbvio que não deixar ser pisado! Mas a educação irá direcionar isso.

No mais, continuem agradecendo que o universo vai devolver.
Não se assuste em perder algumas pessoas no meio do caminho… Isso é apenas o universo avisando.
Queira sempre o bem. Mas lembre-se, não adianta apenas não fazer o mal, você PRECISA e DEVE fazer o bem, combinado?

#gratidão

(null)

XO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *