Crônicas da Ca

Acho que hoje é o dia ideal para reativar essa tag que vocês estavam gostando tanto e que por correrias ficava sempre de lado…

Hoje eu cheguei a anunciar uma mini férias. E depois me dei conta de que não era hora pra isso.

Como vocês sabem passei por uns problemas de saúde e estou mais alerta e tentando ir com mais calma…

Descansar talvez seja a nossa pior opção. Eu lembro que quando eu estava na escola, eu nunca dormia de tarde quando chegava, eu queria fazer meu dia render. E dormir era perda de tempo… Se meus pais falassem ” por que você não dorme um pouco?!” Nossa! Aquilo era a maior ofensa que poderia existir… Dormir é para os fracos! Hahaha

Mas aos poucos me dei conta de que pousar é preciso. Mas pousar quando a alma decide que quer… Não adianta a gente se forçar a tirar férias… Ou se obrigar a desligar o celular se o que queremos é ficar ali, vivendo tudo aquilo…

Eu costumo dizer que a vida nos compensa por ela mesma…
Se hoje a vida nos dá aquela rasteira, amanhã ela traz uma boa notícia como uma forma de se desculpar pela desordem… E assim vamos vivendo.

Sei que essa época do ano é muuuuito difícil pra muita gente. Parece que ficamos sensíveis… Sentimos falta de pessoas que não estão mais conosco. Mesmo que a gente sinta falta sempre, todo esse clima de despedida do ano, de balanço, de retrospectiva deixa a gente mais frágil mesmo.

E ai caímos no maior erro do século: a comparação!
Para! Para tudo o que você está fazendo agora e presta atenção nessa parte! A vida do outro NÃO é melhor que a sua. A grama dele NÃO é mais verde, a ceia de Natal dele NÃO é livre de confusões…

O que acontece é que temos esse péssimo hábito de nos diminuirmos para conseguirmos nos encaixar nesse engano que virou nossa sociedade…
Com a criação das redes sociais nos tornamos mais exibicionistas, felizes por tabela, inventores de cenários, multiplicadores de sentimentos… E isso é tão grave quanto a mentira e a falsidade.

Sabe-se lá o que fulano precisou fazer pra conseguir estar em determinado lugar fazendo a foto publicada, você tem certeza que todos aqueles “eu te amo” são verdadeiros? Claro que não! Hoje em dia “eu te amo” é digo no calor de uma emoção, no embalo de uma boa música… E ai depois de alguns dias ou talvez semanas a pessoa não tem mais nem dimensão do que ela disse. Na verdade ela nem se lembra de ter sido tão exagerada.

Mas se tem um conselho que posso dar a vocês é: seja forte!
Seja mais forte que sua maior desculpa, que sua maior desconfiança, que sua maior facilidade de acreditar em tudo que lhe é passado.

Hoje em dia anda me bastando acreditar em mim e nas minhas intenções… Pois penso que se milhões de Camilla’s resolvessem tomar consciência já seria um grande passo…

Aquela velha dica de “pensa no lugar do outro por 20 segundos”.
Ou “faça o bem, sem olhar a quem “. Se você puder fazer sabendo pra quem já vai ajudar em dobro.

Mas não se esqueça, seja forte!
Não acreditem em tudo que leem, que escutam…
Não acreditem em palavras, elas são ditas em calores, vocês lembram?
Prefira atitudes. Ai sim, ai eu vou deixar você acreditar.

E ahhhh!
Continuem postando, eu também irei.
Continuem viajando, eu também irei.
Continuem montando cenários, eu também irei.
Afinal, quem quer ver o que há de feio no mundo?

Mas não se esqueçam de uma coisa muito simples: seja sincero antes de ser forte!

IMG_0695-0.PNG

E lembrem-se: olhar para si não é egoísmo, é auto conhecimento.

XO.

3 Comments

  1. É isso aí Ca, fica firme, aguenta o tranco, que não é em vão, seu caminho é lindo, tem injustiça e coisa errada pra todo lado, mas eu acredito que quem está no caminho do bem e do trabalho, vai ser recompensado, o universo vai conspirar! Continue forte estou aqui pra te apoiar! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *