Crônicas da Ca 

Pra onde será que vão as coisas que a gente acha que iam acontecer na nossa vida?

Será que existe uma caixinha escondida lá na casa do destino? Todas por ordem de prioridade?

As últimas semanas têm sido de total reflexão. Chega um momento na vida que a gente precisa parar e ponderar… 

Pessoas entram e saem da nossa vida, a gente consegue um emprego bacana, mas também perde um trabalho legal, a gente consegue um horário pra jantar com a amiga mas adia a leitura de um bom livro… E a vida vira esse troca troca…

E aí a gente começa a pensar… Quem decide? Você? Deus? O destino? 

Eu prefiro acreditar que seja o destino com as mãos de Deus.

Um pai nunca quer um filho sofrendo… Mas nos esquecemos que para crescer tem que haver sofrimento. 

Por incrível que pareça, vocês vão me achar louca! Mas com certeza eu aprendi muito mais com meus erros do que com meus acertos. 

Óbvio que seria tão bom se a gente acertasse a mão de tudo. Saber segurar um ciúme, uma palavra rude, saber dar ré em uma briga e pedir desculpa, não sair se o feeling assim determinou… E por ai vai… Mas a gente sempre erra e ainda vai errar muito…

Será que é o tempo que cura esse sofrimento que nossos erros deixam?

  
Ou será que o tempo trata de apagar os sentimentos? Joga um balde de água fria naquilo que temos de mais intenso?

Aliado para uns, inimigo para outros…

A verdade é que o tempo voa. Sendo cruel ou não a vida não para pra esperar você superar ou estar pronta pra batalha. Os dias recomeçam e você precisa ser forte para enfrentar o que a vida reservou para você…

E se ficou difícil é porque você é capaz de aguentar e superar…

Mas se eu puder dar um conselho é: não deixe para amanhã. 

O que quer que seja… Tente tudo hoje. E se não der certo? Se não der a gente tenta amanhã de novo.  E se mesmo assim não der é porque não tem que ser…

Faça sua parte! Julgue menos! Decida suas prioridades! Seja flexível! Tente ser menos sensível… 

Fácil falar, né? Mas a gente fala assim mesmo pra ver se ao menos facilita pra quando o coração estiver mais aberto, cicatrizado…

A verdade é que sempre vai existir outro dia, outras pessoas, outros momentos, mas a vida será sempre essa! Seja sua melhor versão! 

XO.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *